Segunda-feira, 17 de Setembro de 2007

Bactericida Vs Bacteriostático

Todos já ouviram a palavra "bactericida" pelo menos uma vez na vida, com certeza em algum comercial de produtos de limpeza. Mas acontece que as bactérias são seres muito mais resistentes do que imaginamos e muita vezes pensamos que as estamos eliminando, mas é um grande engano.

 

Não precisei virar cientista, para saber que bactericida é alguma coisa que mata as bactérias, mas o que eu e muitos outros não sabiam é que existem produtos que são utilizados com tal finalidade, mas causam apenas cócegas nelas. Estou dizendo isto por causa de uma prática milenar existente em quase todo o mundo e que não tinha a eficácia desejada, veja bem:

 

Bactericida: Bem, como já disse, bactericida é qualquer coisa que mata as bactérias, como uma explosão atômica por exemplo. Semânticamente, este termo quer dizer que a substância apenas mata a bactéria, mas não diz nada sobre a destruição da célula (é como se alguém morresse, mas o corpo continuasse inteiro). Contudo, existem produtos bactericidas que além de matar, também destroem as células mortas, neste caso chamamos de "Bacteriolítico".

 

Bacteriostático: É o ponto que eu queria chegar... Bacteriostático é algo que detém a multiplicação das bactérias, (impede a fissão binária), mas não as mata; então elas continuam paradinhas no mesmo lugar, apenas  sem crescer em número.

 

Enrolei com tudo isso para para fazer um alerta de saúde pública: O álcool etílico que utilizamos no dia à dia para acender a churrasqueira, e convenientemente limpar superfícies, desinfectar as mãos e sobretudo colocar sobre as feridas, nããooo mata as bactérias pois, ele é bacteriostático e não bactericida, então toda vez que você usar o álcool para este fim, saiba que estará ajudando a fixar as bactérias e não a destruí-las.

 

O motivo pelo qual o álcool de cozinha não mata as bactérias é muito simples: É por que ele não tem água, é isso mesmo, para matar os germes o álcool precisa ter exatamente 30% de água; e o álcool comum possui cerca de 2%. Isso acontece porquê o álcool mata a bactéria destruindo a sua parede celular (é uma camada que fica por  fora da membrana), mas para isso ele precisa penetrá-la primeiro e na sua forma pura (98%) ele não é capaz disso. Mas o álcool à 70% é muito eficiente, como ele tem mais água, ele passa pela parede das bactérias e a rompe, liberando o protoplasto (bactéria sem a parede celular), então ela morre pois, não pode mais suportar a pressão do ambiente.

Esquema de uma bactéria     Esquema da parede celular

 

Então alguém vai me perguntar: "Mas se o álcool a 98% impede a multiplicação das bactérias, então ele também pode ser usado para limpeza?" Então eu respondo: "Poderia, se ele não fosse extremamente volátil". Acontece que as bactérias tem uma expectativa de vida bem curtinha, a maioria dura poucas horas, então se não deixar-mos elas se multiplicarem, vão acaber morrendo de velhice, mas as propriedades químicas do álcool desabilitam o seu uso com esse intuito pois, ele não dura 5min em contato com o ar circulante (alta taxa de volatilidade), evapora rapidamente. Então não tem jeito, o negócio é passar em uma drogaria e comprar álcool a 70% mesmo.

Como o Sapo estava ao postar: De saco cheio
O que o Sapo pensava enquanto postava: Vendo se rola um almoço
Publicado pelo Sapo mesmo: Sapo às 12:30
Endereço deste artigo do Sapo | Comentar sobre esse artigo do Sapo | Ver comentários sobre esse artigo do Sapo (4) | Adicionar este artigo (do Sapo) aos favoritos
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 26 de Junho de 2007

Festinha...

Dia 09/06/2007 foi a festa do Felipe, (eu acho que todos os pais quando viajam sabem muito bem que seus filhos vão dar uma festa, aliás... festinha, pois, não é possível que eles nunca viram qualquer filme de adolescentes americanos) todos que foram gostaram bastante e divertiram-se muito, pricipalmente eu que passei um pouquinho dos limites e exagerei nas bebidas, mas nada de mais não...
Primeiro eu a Elaine e o Robson (lê-se Robínsom) demoramos uma hora e meia para conseguir terminar os cálculos do custo das esfirras; pois, queríamos comprar R$18,00 de esfirras a R$0,39 cada uma, resultado: não conseguimos. Acabou que o balconista fez a conta e levamos 40 esfirras por um pouco mais de R$15,00 (e o Robson ficou devendo R$0,80 para mim e para ela...sapos!!!). Enquanto isso o Alberto comprava a Vodka, depois de ter ido buscar as duas amigas do Felipe, ecolhido uma e puxado conversa como quem não quer nada (investimento no futuro disse ele). Ao chegar na Figueira (buraco onde o Felipe se econde) levamos mais 56 minutos esperando o Laisem (o único Japa mulato que eu já vi), mesmo parecendo incrível conseguimos achar a casa (porque a Elaine já havia estado lá). Reencontrei vários muleques toscos da época em que eu era muleque: Jonatas Santiago, Ronaldo Santiago (conhecidos como os irmãos Santiago), Márcio Biba, Rafael  e até os imãos sertanejos apareceram: Sérgio e Serginho (é, é isso mesmo os dois irmãos possuem o mesmo nome de batismo, por mera coincidência, o nome do pai deles também é Sérgio). O caso é que estava eu rindo das piadas sem graça dos muleques e me propus a experimentar: a Vodka (a que o Alberto levou e outras quatro que estavam por ali), a Tequila (nem sei se era isso, mas...), um monte de batidas que o Rafael preparou e até o incrível drink de maracujá da Sati adoçado com sal (muiiiito sal), que o Alberto disse que gostou, mas tava na cara que era caô. Um pouco antes do meio do segundo quinto da festa comecei a sentir uma certa hã vejamos... tontura, que irremediavelmente me levou ao quarto do Felipe e lá mesmo desabei (só lembro de ter acordado para vomitar, sorte que no chão, e dormi outra vez). Passado alguns minutos (ou horas) ouvi o Serginho gritando pelos corredores "o Sapo tá mal, o Sapo tá mal, vomitou e tudo"; feito isso ele e seu irmão sertanejo, seguraram-me pelos membros (braços e pernas) e me jogaram debaixo da água fria (não se podia usar chuveiro elétrico na figueira naquela época, pois deixava o quarteirão inteiro sem eletricidade), ainda bem que o Sérgio não deixou o Márcio (Biba) me fotografar apenas de cueca para depois colocar na WEB (se não nunca mais às mulheres me deixariam em paz, e a minha namorada iria achar que eu fiz de propósito porque sou sou um galinha etc e tal). De volta ao quarto, ofereceram-me água quente com sal e açúcar dizendo que eu iria melhorar (imbecis), como não deu certo, apareceram com café muito forte e amargo (cretinos), até que depois disto fizeram a coisa certa: deixaram-me dormir em paz...(lesados).
Bem, o dia seguinte ocorreu sem incidentes, tinhamos combinado de jogar RPG no e ficar pro almoço, mais essa idéia logo foi abolida (ninguém tinha cabeça para pensar nisso).
 
Aqui vão os votos por este dia tão inusitado:
 
Agradeço ao mestre dos dados Felipe, por ceder seu bem mais precioso para seus amigos... o seu lar, e por ser um ótimo anfitrião.
 
Peço desculpas ao Rafael, por ter dito (merda) palavras não gentis a ele enquanto estava fora de mim.
 
Parabenizo o Alberto por conseguir realizar a façanha que eu julguei que ele nunca seria digno (é isso  mesmo, o Alberto pegou uma M-U-L-H-E-R).
 
Esconjuro a Sati, por ter estragado quase meio litro de Vodka (sapos!!!) preparando a pior bebida de todos os tempos (já chamada de "o mal do século").
 
Por fim, não sei nem o que dizer da querida (lê-se @#!$%&*?+) morena amiga do Felipe que preparou aquele venen... digo delicioso café que mudou a minha vida, pois, eu bebia e não bebo mais, fumava e não fumo mais, usava drogas e não uso mais, batia nos meus filhos e não faço mais......,......,......,......,......,......,......,......,.......................
 
Quer saber como eu fiquei neste dia? Então clique aqui
Quer saber como o Felipe se revelou neste dia? Então clique aqui
Quer saber como Ronaldo Santiago se mostrou neste dia? Então clique aqui
Quer saber como a biba do Márcio disfarçou neste dia? Então clique aqui
Quer saber como o Rafael se destruiu neste dia? Então clique aqui
Caso não tenha nada pra fazer e queira acessar o blog do Felipe sobre RPG (de onde aliás eu maloquei as fotos) clique aqui
Como o Sapo estava ao postar: Fazendo caretas
O que o Sapo pensava enquanto postava: Lembrando do dia em questão
Referências do Sapo: , , , , , ,
Publicado pelo Sapo mesmo: Sapo às 21:50
Endereço deste artigo do Sapo | Comentar sobre esse artigo do Sapo | Adicionar este artigo (do Sapo) aos favoritos
 O que é? |  O que é?

Olhos do Sapo

pessoas já visitaram a página do Sapo.

Pesquise no blog do Sapo

 

Fale com o Sapo


e-mail
E-mail do Sapo

MSN do Sapo

Orkut do Sapo

Facebook do Sapo

Twitter do Sapo

Categorias dos artigos do Sapo

Biomédicas (21)

Downloads (4)

Magic (8)

Jogos (6)

Politicagem (3)

Zoeira (9)

Últimos artigos do Sapo

Bactericida Vs Bacteriost...

Festinha...

Últimos comentários no Sapo

Muito obrigada, me ajudou muito!!!
Você é 10 !!! Simplesmente sem palavras pra agrade...
O jeito que explica é maravilhoso!Super fácil de a...
Transmitir os sentimentos nas palavras, é algo de ...
comecei tecn de enfer agora, que maravilha.a expl...
Posso copiar, sapo?
Didático até por demais. Muito obrigado!
Fungos também têm parede celular...
Por que minha professora não explica assim hein? A...
Perfeita a explicação me ajudou muito...

Links do Sapo

Arquivos do Sapo

Julho 2010

Maio 2010

Março 2010

Setembro 2009

Junho 2009

Março 2009

Setembro 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Dicionário do Sapo

Artigos do Sapo mais comentados

Free Domain

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30
31


Clique no bolso do Sapo

Referências do Sapo

todas as tags